Veja as fotos dos ex-traficantes do Alemão e agora modelos Mister M e J Vitorino

Share on TwitterShare on Tumblr


A pacificação de comunidades do Rio de Janeiro criou uma nova profissão: a de ex-traficante. Moradores do Complexo do Alemão e com passagem pelo tráfico, Diego da Silva, o Mister M, e J Vitorino são dois exemplos dessa nova realidade. Ajudados pelo AfroReggae, eles aprenderam novos ofícios, sonham com uma nova vida, mas enfrentam desconfiança de muita gente, principalmente de autoridades policiais, que acham que tudo não passa de encenação. Mas, vida que segue. Diego e J. Vitorino querem seguir carreira de modelo e fazem uma pré-estreia especial na Retratos.

Diego, de 26 anos, está aprendendo a editar vídeos. Com 75 kg distribuídos em 1m85, o ex-traficante é a nova promessa das passarelas após ter caído nas graças de Rony Meisler, dono da Reserva. Ele vestia uma camisa pólo da grife quando foi levado para a delegacia pela mãe: “As pessoas diziam: ‘Menino sai dessa vida’. Sempre ouvi elogios sobre o meu rosto e o jeito de andar. Para nós que vivemos na favela, sem sonhos, é uma alegria”.

J Vitorino, de 25 anos, trabalha hoje como cinegrafista do programa “Conexões urbanas”. Numa das reportagens, ele pulou para a frente das câmeras e chegou a dividir um rap com o senador Eduardo Suplicy. “A profissão de modelo para mim é nova, mas sempre gostei de fotografar, conta Vitorino, de 1, 84m e 74kg, que completa: “Essa oportunidade serve de motivação não só para mim como para outros tantos jovens que sonham em mudar de vida”.

Share on TwitterShare on Tumblr

Vestida de homem, Lady Gaga ‘apalpa’ Britney Spears no VMA 2011

Share on TwitterShare on Tumblr

Britney Spears subiu ao palco do MTV Video Music Awards neste domingo, 28, após ser homenageada por sua carreira. Bailarinas interpretaram vários clipes da estrela pop. No palco, Britney recebeu uma senhora apalpada de Lady Gaga, que estava vestida de homem. No entanto, Britney se recusou a dar um beijo na boca de Gaga e virou o rosto, sorrindo.

Share on TwitterShare on Tumblr

Graziella Schmitt e Bruno Ferrari estão separados após 7 anos de relacionamento

Share on TwitterShare on Tumblr

E mais um casal de famosos se desfaz. Os novos solteiros da praça são Graziella Schmitt e Bruno Ferrari, juntos há sete anos. Na semana passada, Bruno foi flagrado em uma situação suspeita com Paloma Duarte, também recém-separada de Gabriel Braga Nunes. Os atores trocavam carinhos no rosto em um restaurante, mas negaram qualquer envolvimento romântico. Eles disseram que são amigos e que ensaiam juntos a peça “Gato Branco”.

 

Em comunicado, Graziella e Bruno confirmam a separação, mas negam que Paloma tenha algum envolvimento na decisão: “Paloma é uma querida e amiga nossa. Independente disso, e de qualquer outra coisa, informamos que nós, Graziella e Bruno, também passamos a ser amigos desde a semana passada. Nosso respeito, admiração e carinho permanecem e irão permanecer para sempre”.

 

No último dia 5, Bruno e Graziella pareciam felizes na festa de lançamento da novela “Amor e revolução”, protagonizada por ela.

 

Share on TwitterShare on Tumblr

Após sucesso no reality show A Fazenda o modelo brasileiro Miro Moreira retoma a sua carreira internacional

Share on TwitterShare on Tumblr

O corpo escultural, o rosto de bom moço e o jeito cativante destacaram o modelo brasileiro Miro Moreira na estreia do reality show A Fazenda, da Record, há cerca de um ano. As consequências dessa, aparentemente, longeva participação ainda são carregadas pelo rapaz que, aos poucos, está tentando reconstruir sua trajetória no mundo da moda.

Após assinar com uma nova agência de modelos – a Oca Models – Miro partiu para a Europa assim que notou a morna recepção do mercado de moda brasileiro em relação ao seu trabalho depois que seu nome ficou vinculado à atração. “Ninguém soube separar minha carreira de modelo da de ex-participante da Fazenda. Agora, que estou fazendo trabalhos fora, estou retomando minha carreira no Brasil também”, revelou, em entrevista exclusiva ao Portal CARAS.

Longe do jogo, das câmeras 24 horas e das polêmicas (como o relâmpago envolvimento com a apresentadora Babi Xavier dentro da atração), o moreno sente-se mais ‘em casa’, contudo não deixa de carregar as marcas do confinamento. Morando em Milão, ele concilia a rotina nas passarelas com planos para, em breve, retornar ao Brasil, onde quer aproveitar o carnaval da forma como nunca aproveitou!

Confira nosso bate papo com Miro Moreira:

- Você ficou conhecido pelo público por conta da Fazenda, acha que ter entrado no jogo ajudou ou atrapalhou sua carreira de modelo?

- No Brasil, a moda deu uma parada para mim. Ninguém soube separar minha carreira de modelo da de ex-participante da Fazenda. Agora, que estou fazendo trabalhos fora, estou retomando minha carreira no Brasil também. Não posso dizer que me arrependo. Foi uma fase boa, principalmente porque senti um carinho muito gostoso do público que mantenho contato até hoje no Twitter.

- Você acompanhou a última edição do reality?

- A gente sempre acompanha, né. Principalmente porque Carlos Carrasco, que é um grande amigo meu, estava por lá. Torci por ele. O Carrasco foi um dos primeiros a me ajudar quando comecei a modelar. Todo dia eu assistia aos capítulos na internet e imaginava, caso estivesse na casa, com quem eu me daria bem e etc.

- Participaria novamente de um reality show caso recebesse convite?

- Agora não. Já tive essa experiência e foi muito bacana, mas não quero novamente. Estou em outra fase, resolvido como modelo.

- Como está a carreira profissional agora?

- Consegui retomar minha vida de modelo. Antes de entrar na Fazenda a carreira estava muito boa, na verdade; eu tinha conseguido meu lugar ao sol e, por conta do programa, acabei ficando no Brasil e perdi um pouco o foco. Agora estou modelando na Europa e está sendo maravilhoso! Participei da Semana de Moda de Milão e fiz desfiles para Giorgio Armani, Dolce & Gabbana, deu tudo certo.

- Você até caiu nas graças de Giorgio Armani, não é? Como foi essa parceria?

- Pois é! Acho que o sonho de todo modelo homem é trabalhar com o Armani. Durante a Semana de Moda me chamaram para um teste da marca. Chegando lá encontrei aquele senhor de cabelos brancos, todo bronzeado e pensei ‘caramba, ele existe!’. E ele mesmo fez uns ajustes na minha roupa, colocou uns alfinetes, enfim. Depois, desfilei no evento e ele gostou. Me chamou para fazer quatro campanhas, entre elas uma de cueca, de óculos e outras que estão por vir que logo, logo vocês vão ouvir falar.

- Como é a preparação do corpo de modelo?

- Quem trabalha com modelagem, precisa sempre estar bem. Mas é difícil porque eu adoro comer Nutella aqui em Milão (risos). Na medida do possível, tento fazer muita academia, artes marciais e treino, pelo menos, uma vez por dia; quando tenho um tempo sobrando eu corro à noite. O que ajuda também é que eu adoro cozinhar. Sempre tento fazer comida sem sal, pouca fritura e adoro peixe grelhado. Meu peixe, diga-se de passagem, é muito bom!

- Já tem data programada para voltar ao Brasil?

- Sim! Dia 24 agora estou voltando. Vou ficar duas semanas por conta de trabalho. Eu iria de qualquer forma, porque queria aproveitar o carnaval, mas vou tentar tirar uns dois dias para aproveitar esse período de festa. Só que, este ano, quero curtir da plateia. Eu já desfilei em escola de samba durante cinco anos. É uma delícia, mas cansativo. Eu ia para o barracão e ficava ajudando nas fantasias.

- E você vem sozinho para o Brasil? Não está trazendo ninguém especial com você nessa viagem?

- Olha, eu tenho uma pessoa lá no Rio já (risos). Provavelmente no carnaval vocês me verão na companhia dela. Estou com muitas saudades, porque só converso com ela por internet. Aqui na Europa, não tenho muito tempo para namorar, não. Até dá, mas não sou muito de sair. Prefiro ir na academia, fazer minhas orações, sou muito religioso.

- E quais são seus planos profissionais depois dessa visita no Brasil?

- Vou para Nova York. Quero me firmar por lá. Vou iniciar um curso no Actor’s Studio e investir na carreira de atuação também. As experiências que tive como ator, embora tenham sido pequenas participações, me agradaram muito. Fora isso vou trabalhar como modelo também. Meus primeiros trabalham foram naquela cidade e isso me deu muita sorte. Por isso vou voltar.

Share on TwitterShare on Tumblr
1 2 3 »